O que é ouro?

O ouro é um metal precioso, bastante valioso, possuindo um tom amarelo vivo e inconfundível, extremamente brilhante. Sua natureza é imutável, ou seja, pode ser transformado, derretido, sem perder seu valor. Também é um metal mole, por isso deve ser misturado com outros materiais chamados de ligas para potencializar seu uso.

Pepitas de Ouro

Desde a antiguidade, mais especificamente na civilização egípcia, o Ouro já era um material encantador! Fato é que ele está presente no símbolo mais famoso da união de um casal: a aliança. Mas não para por aí não… Tamanha é a beleza do Ouro com seu tom incomparável, que inspira os mais diversos ourives e designers de joias, sempre buscando novidades no mundo da moda para criar, como brincos, aneis, gargantilhas, pulseiras, entre outros.

Joias em Ouro

Como o ouro é encontrado?

O que torna o ouro um material precioso é a sua raridade. Isso se deve por se formar no interior da Terra, em um processo na crosta terrestre bastante complexo, em veios por onde percorrem águas ricas em minerais.

Depois desse processo, ele se movimenta e sai da jazida primária, que vem diretamente do veio onde foi formado, partindo para as secundárias. É aí que o ouro começa a ser extraído, no processo chamado Extração de Aluvião, às margens e foz de rios.

Diante de todo esse processo, o ouro é encontrado em pequenas quantidades pelo mundo, cerca de apenas 2500 toneladas são extraídas por ano.

Quilate e Kilate

Essas duas palavras, apesar de parecidas e com a mesma pronúncia, são utilizadas para representar medidas de peso e grau de pureza, o Kilate para o ouro e Quilate para os diamantes.

Kilate

As diferenças se devem devido a origem. O kilate, representado pela letra “K”, ficou conhecido entre os alemães e holandeses, povo de tradição na refinaria e comércio de ouro. Por seu idioma ser o inglês, surge a expressão Kilate com K.